‘Não vamos voltar à miséria que nos é imposta.’ Leia cartas enviadas a Lula

Apoiadores continuam enviando mensagens ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, sendo muitas por meio de cartas. Leitores têm enviado cópias à redação da RBA para que fiquem registradas e sejam divulgadas a outros leitores.

A carta acima é de Diva Maria Lopes, de Salvador, que envia a Lula uma mensagem em nome de sua família. “Receba nossa esperança em sua candidatura e vitória, com os votos dos brasileiros conscientes”, diz. “Receba nossa gratidão pelo orgulho de sermos brasileiros, enquanto você e a Dilma estiveram no poder.”

Abaixo, você pode conferir a mensagem de Roselia Machado, que escreve da cidade de Odivelas, de Portugal. Ela conta que, mesmo tendo dado os primeiros votos de sua vida a Lula, não pôde fazer o mesmo em 2002, quando foi eleito. Àquela altura, já havia emigrado para Portugal e o motivo pelo qual agradece ao ex-presidente é o fato de seu governo ter estabelecido um acordo com Portugal.

Assinado por Lula e pelo então primeiro-ministro português, José Manuel Durão Barroso, o acerto permitia a legalização de todos os brasileiros que estavam no país e haviam contribuído para a seguridade social.

Rose Grimaldina, do Rio de Janeiro, pede força ao ex-presidente. “Cuide do seu estado emocional e ore, pois estaremos lutando por suas ideias e lutando para restabelecer a pouca democracia que mais uma vez nos foi retirada”, diz em sua carta. “Não vamos voltar a ser escravos da casa grande! Não vamos voltar à miséria  que nos é imposta! Não vamos voltar a ter restrição a todos os níveis de educação nesse país! Não vamos nos submeter aos caprichos do grande capital!!!”

Confira abaixo também as mensagens da professora de Juazeiro do Norte Ana Lúcia, e do professor, publicitário, pedagogo, poeta e escritor Roberto Dauto.

Roselia Machado, Odivelas, Portugal

42 anos, prestadora de serviços de copa em uma empresa de advocacia

_____________________

Ana Lúcia, Juazeiro do Norte (CE)

51 anos, professora do 1º e 2º ano do ensino fundamental de escola rural

Querido Lula,

É fácil entender o desespero de uma senhora em um vídeo que rola no Youtube. Você é de um carisma que não tem explicação. Não precisei vê-lo pessoalmente para ter o sentimento que tenho pelo senhor, assim como a grande maioria de brasileiros e a situação atual me entristece muito.

A minha afeição pelo senhor nas primeiras eleições foi tanta que avisei a meu esposo que, caso conseguisse, na sua vinda a Juazeiro faria de tudo para dar-lhe um abraço. Na época ele, como dizem por aqui, não era Lula, mas virou um defensor de lula e nos movimentos de eleição estávamos juntos comemorando suas vitórias. Continuo enfrentando adversários, contrários ao meu pensamento, alguns até familiares e amigos a quem estimo, porém , não muda meu pensamento e meu afeto. Para mim nosso Brasil se divide em dois tempos: Brasil antes e depois de Lula.

Quanto a sua religiosidade nada sei, mas, pedi e continuarei pedindo, tantas vezes eu lembre, a interseção das almas vaqueiras e Padre Cícero pelo amor de Jesus, que mostre algo ou alguém e desfaça a injustiça e perseguição que ora cometem. Perseguição, sim, e essa feita só tem um motivo: medo. Pois o senhor representou e provou a garra do nosso povo, um povo outrora subestimado em que só era visto como força bruta para trabalhos pesados como a construção civil e quando viram seu potencial e a busca por uma sociedade de direitos iguais se incomodaram, abalando a velha e camuflada  política” Café com Leite “

Força e fé. Se fortaleça com paciência e estaremos esperando pelo dia a dia de sua vitória que logo, logo chegará. E quando chegar, esqueça não, dê um pulinho aqui no Juazeiro para que eu possa também realizar sonho de abraçá-lo. Reze o salmo 26 todos os dias.

Abraços,

Ana Lúcia

_______________

Rose Grimaldina, Rio de Janeiro, capital

35 anos, administradora de empresa, assistente de fechamento de câmbio

Rio de Janeiro, 11 de Abril 2018

Excelentíssimo senhor ex-presidente da república 

Luiz Inácio Lula da Silva

Assunto: Prisão injusta e imoral

Senhor ex presidente,

Como já é de conhecimento público, no dia 7 de abril de 2018, ocorreu o que eu e minha família mais temíamos… Desculpas pelo linguajar, mas aquele safado, filho de uma chocadeira Sergio Farsa teve a cara de pau de mandar prender o senhor sem culpa provada. É simplesmente decepcionante e frustrante!

Após esta data fatídica meu coração está aflito e me sinto muito triste, mas ao mesmo tempo revigorada! Não temos tempo a perder e nem para chorar! Neste momento temos que pensar na luta e em derrubar mais um golpe imposto ao Brasil.

Os golpistas podem ter a 1ª e 2ª instância do Paraná e até o inacreditável: Seis (6) ministros do STF, mas com uma coisa eles não podem contar: com o povo brasileiro que está e sempre estará ao seu lado até as ultimas consequências!!!  

Senhor presidente, tenho um único pedido: seja forte! Cuide do seu estado emocional e ore, pois estaremos lutando por suas idéias e lutando para restabelecer a pouca democracia que mais uma vez nos foi retirada.

Não vamos voltar a ser escravos da casa grande! Não vamos voltar à miséria  que nos é imposta! Não vamos voltar a ter restrição a todos os níveis de educação nesse país! Não vamos nos submeter aos caprichos do grande capital!!!

Eu sou Lula! Nós somos Lula!! Podem prender seu corpo, mas suas idéias estarão aqui, fora da cela, andando por cada gueto e por cada canto que clama por justiça e vida digna! Vamos lutar, também pelo direito básico de votar em qualquer pessoa que se candidatar.

# Fora Cármen Lúcia 

# Fora Luiz Fux.

# Fora Rosa Webe

# Fora Barroso

# Fora Alexandre de Morais

# Fora Temer

# Fora Moro

Rose G. Costa

____________

Roberto Dauto, São Paulo, capital

Professor, publicitário, pedagogo, poeta e escritor

Eterno presidente,

Chamo-me Roberto Dauto, professor, psicopedagogo, publicitário, poeta e escritor. Sou natural de São Paulo, Capital. Nasci em São Paulo, mas tenho a alma banhada de justiça diante da injustiça que nosso povo, mais “precisado” sofre. Sou filho de mãe e pai guerreiros. Minha mãe é de Alagoas, Leopoldina. Meu pai, de São Paulo, capital. Na verdade, sou filho adotivo. Minha mãe biológica é de Feira de Santana, Bahia. Portanto, sou cidadão do mundo. Sou cidadão do Brasil. Não tenho capital, não sou de nenhum estado. Sou parte da nossa história. Sou filho do Brasil do ProUni, do Bolsa Família, da Minha Casa Minha Vida e outras políticas de Estado que possibilitaram a dignidade humana do nosso povo. Nunca precisei de nenhuma política pública do Estado. Modesta parte. Mas, sempre compreendi o quanto essas políticas são importantes para a nossa gente. Nossos irmãos mais sofridos deste Brasil sem fim. Não sou movido a ódio, nem rancor ou muito menos, preconceito. Sou movido por justiça, igualdade e fraternidade.

Lula, tu és, velho guerreiro, o Brasil do Futuro. O Brasil que sonhamos. E só isso vale a LUTA! Defendê-lo é um ato de gratidão e amor, por tudo que tu fizeste para a nossa nação. Nossas histórias se confundem com a tua história. Nossos sonhos se confundem com os teus sonhos. Nossos anseios se confundem com os teus anseios.

Não penso muito na ideia de direita e esquerda. Penso no que tu representas. Penso em quem tu és. Pensou o que fizestes por nós. Penso que estão fazendo consigo. Penso da injustiça que, a cada dia, cometem contra tu, portanto, contra uma parcela expressiva da sociedade brasileira, que sofre as inconsequências desse golpe nefasto que deram na primeira mulher presidente do país. Hoje, falam em lançar Joaquim Barbosa. Penso comigo: estamos preparados para aceitarmos o primeiro negro presidente? Aliás, quem era Joaquim Barbosa, sem a indicação do Lula, para o STF?

 Aliás, ficou com o último discurso teu, para muitos que ainda não tinham consciência do que está acontecendo, evidente que vivemos um momento crucial, entre: a consciência e a falta dela. É hora de compreendermos que só venceremos os desafios que surgirão com a consciência de que somos milhões de Lulas. Milhões de progressistas. Milhões de sonhadores. E a mensagem do Lula servirá para toda a América Latina: “Eu sou um construtor de sonhos. Sonhei que era possível um metalúrgico, sem diploma, cuidar mais da educação do que os diplomados e concursados cuidaram da educação. Sonhei que era possível pegar os estudantes da periferia e colocá-los nas melhores universidades do País. Daqui a pouco vamos ter juízes e procuradores nascidos na favela, nascidos na periferia. Se esse crime que eu cometi, eu vou continuar sendo criminoso”, afirmou Lula; “A morte de um combatente não para uma revolução e vocês serão milhões e milhões de Lulas. Quanto mais dias me deixarem lá, mais Lulas andarão por este País. Os poderosos podem matar uma, duas ou três rosas, mas jamais poderão deter a chegada da primavera”,

Na verdade, presidente, o saldo de tudo isso, é que LULA ESTÁ LIVRE… Pois, prenderam a tua carne, mas a SUA ALMA VIVE em todos os brasileiros de fé e unidade. E isso deixará a direita em pânico constante. Muitos viverão e verão! E o que esta acontecendo contigo, despertará toda a América Latina adormecida… E os progressistas retomarão o poder para fazerem mais e melhor pelo povo excluído da América Latina, no geral.

O que vimos no Sindicato foi um mar de simbolismo. A começar pelo fato do Lula não se entregar na sexta-feira e, agora, o povo carregando-o para o encontro dos seus inimigos… Lula aclamado pelo povo. Aécio acuado. Temer desmoralizado. Sérgio Moro, pequeno. Globo, lixo. Isso não tem preço.

Sempre juntos
Juntos, sempre!

Roberto Dauto

____________________________

Para escrever para Lula

Sede do PT em Curitiba

Para Luiz Inácio Lula da Silva

Alameda Princesa Izabel, 160, São Francisco, Curitiba (PR) – 80510-200

Relacionados