Agricultura Familiar

Fortalecimento da Agricultura Familiar injetou milhões na Serra Gaúcha

Como ministro do Desenvolvimento Agrário entre 2012 e 2014, Pepe Vargas esteve à frente de políticas que beneficiaram pequenos(as) produtores(as) e fortaleceram a agricultura familiar em todo o país. Na Serra Gaúcha, os programas injetaram milhões para modernizar a produção e aquisição de maquinário, gerando renda, emprego e desenvolvimento. Conheça os programas do período:

Programa Nacional de Fortalecimento Agricultura Familiar

Com Pepe Vargas no Ministério do Desenvolvimento Agrário, o PRONAF bateu recorde de valores disponibilizados e números de contratos firmados. Foram mais de R$ 20 bilhões em financiamentos com os juros mais baixos do mercado para pequenos(as) agricultores(as). Recursos investidos na atualização tecnológica, com a aquisição de equipamentos que impulsionaram a produção do setor no Rio Grande do Sul e na serra gaúcha.

 

Pronaf - agricultura familiar

 

PRONAF AGROINDÚSTRIAS

 

Pronaf Agroindústrias

Foto: Guilherme Santos | Sul 21

 

O PRONAF agroindústrias, voltado às empresas que utilizam insumos produzidos pela agricultura familiar, também foi fortalecido. No primeiro ano da gestão de Pepe Vargas, os valores destinados saltaram de R$ 10 milhões para R$ 50 milhões. O aumento foi decisivo, por exemplo, para a implantação da Cooperativa Nova Aliança em Flores da Cunha, que tem como base cinco cooperativas da região de Caxias do Sul. Financiamento, renda e emprego direto para a região da serra gaúcha.

 

PRONAF MAIS ALIMENTOS INTERNACIONAL

Mais Alimentos

Pepe garantiu o primeiro embarque internacional de produtos da indústria brasileira através do PRONAF Mais Alimentos Internacional. Esta modalidade de financiamento garantia recursos para países da África e
América Latina para comprarem equipamentos agrícolas de indústrias brasileiras. Vale salientar que nesse
primeiro embarque, o principal fornecedor foi a caxiense Agrale.

MAIS MÁQUINAS

O ministro Pepe Vargas implementou o Programa Mais Máquinas. Um investimento de quase R$ 5 bilhões em 18 mil equipamentos em todo o Brasil. Através dele, todas as cidades brasileiras com menos de 50 mil habitantes receberam como doação uma retroescavadeira, uma moto niveladora e um caminhão caçamba.

No RS, o programa investiu R$ 550 milhões, atingindo 455 cidades de um total de 497. Todas as máquinas foram compradas da indústria nacional, injetando recursos para aquecer a economia local e gerar emprego e renda.  Uma das maiores fornecedoras, com mais de mil retroescavadeiras vendidas, foi a Randon. Além dela, outras empresas do RS, de Caxias e da Serra gaúcha venderam peças e equipamentos para as máquinas.

 

Mais Máquinas


Saiba mais sobre os projetos e ações de Pepe Vargas como deputado e ministro

Receba pelo Whatsapp todas as informações sobre o nosso trabalho em defesa da Serra Gaúcha

1: Salve o número (61) 998378095 no seu telefone.
2: Mande uma msg com nome, bairro e cidade para mantermos contato!

Siga Pepe Vargas nas redes sociais:

Facebook: facebook.com/sigapepevargas/
Twitter: twitter.com/SigaPepeVargas
Instagram: instagram.com/sigapepevargas/

Relacionados