Deputado Pepe participa de mobilização do Movimento Médicos Unidos pela Democracia

 

Fotos:  Joka Madruga/Agência PT

O deputado federal Pepe Vargas (PT-RS) esteve na Vigília #LulaLivre, em Curitiba, na manhã desta quinta-feira (9). Ele reuniu-se com médicos de Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco e Ceará, que integram os grupos Médicos Unidos pela Democracia e a Rede Nacional de Médicos Populares em um ato para denunciar o desmonte do Sistema Único de Saúde (SUS) pelo governo ilegítimo Michel Temer e de apoio à libertação de Lula.

O grupo denunciou os ataques do governo golpista ao SUS. O principal deles é a Emenda Constitucional 95, que congela por 20 anos os gastos públicos federais com saúde. “Desde que os golpistas tomaram o poder, nós tivemos o aumento da mortalidade infantil depois de 26 anos consecutivos de queda, o retorno do Brasil no mapa da fome, a queda da cobertura vacinal que já nos leva a ter doenças que há anos estava erradicadas no Brasil, por conta do desrespeito que esse pessoal tem com o povo brasileiro”, afirmou Pepe, lembrando que país nenhum no mundo tem um dispositivo constitucional que congela os gastos sociais e libera integralmente os recursos para pagamento de juros e serviços da dívida pública. “Essa medida do governo significa colocar dinheiro para os rentistas e especuladores em detrimento do sofrimento do povo brasileiro, por isso nós vamos continuar a luta enquanto não libertarem Lula”.

 

Relacionados