Pepe recebe o apoio de militantes históricos em jantar de lançamento da candidatura a deputado Estadual

O candidato ao governo, Miguel Rossetto, e o ex-governador Olívio Dutra foram alguns dos presentes no lançamento

 

O salão da igreja de Nossa Senhora da Saúde, em Caxias do Sul, ficou lotado na noite de sábado (18). O jantar por adesão, que marcou o lançamento da candidatura a deputado estadual, do atual deputado federal Pepe Vargas, que também é presidente do PT-RS, reuniu 750 pessoas, que é a capacidade do local. Entre os presentes, o candidato ao governo do Estado pela coligação Um Rio Grande Justo, Miguel Rossetto, o ex-governador do Rio Grande do Sul, Olívio Dutra, o senador Paulo Paim, que concorre a reeleição, a candidata a senadora pelo PCdoB, Abigail Pereira, os deputados federais, Elvino Bohn Gass, Henrique Fontana e Paulo Pimenta, o candidato a deputado federal por Caxias do Sul, Rodrigo Beltrão, o ex-deputado estadual, Raul Pont, entre outros militantes históricos do Partido dos Trabalhadores e do PCdoB, apoiadores da Serra e de outras regiões do Estado.

Em seu discurso, o ex-governador Olívio Dutra defendeu a eleição de Pepe e dos candidatos do PT e dos dois candidatos ao Senado pela coligação Um Rio Grande Justo. “Para nós a democracia é uma busca permanente que precisa ser conquistada e aperfeiçoada pelo povo. E era o que vinha sendo feito, mas eles deram o golpe e nós temos agora que retomar o processo de lutas de baixo para cima. Por isso estamos aqui para dizer que é importante elegermos o Pepe Vargas nosso deputado estadual, e eleger deputados e deputadas para estarem com ele na Assembleia, elegermos nossos deputados federais, eleger Miguel Rossetto governador, Paim e Abigail senadores e Lula nosso presidente”.

O senador Paulo Paim destacou a importância de Pepe nas lutas pelos direitos dos trabalhadores. “Pepe é um companheiro que eu aprendi a admirar muito e poder contar com a sua ajuda no Congresso”. Para Miguel Rossetto, a história de Pepe é o que estimula a militância no Rio Grande todo a lutar para reeleger um projeto democrático e social voltado ao desenvolvimento com prioridade aos que mais precisam. “Nessa noite encontramos neste jantar, muita história. Cada companheiro aqui presente representa uma história de compromisso, de lutas e resistência democrática, pois governamos Caxias, construímos lideranças importantes para a Assembleia e a Câmara e Pepe é referência para nós, por isso, o nosso compromisso de fazer dele nosso representante na Assembleia. O povo gaúcho vai vencer e precisamos de Pepe com sua experiência no parlamento gaúcho”.

Pepe fez questão de defender a eleição de Lula para residente e Rossetto governador, para a retomada do crescimento do Brasil e do Rio Grande. O candidato fez uma análise dos governos estaduais e lembrou que em dois momentos de grande crise do Estado, o PT assumiu. “Sempre que o Rio Grande teve algum problema, ele chamou as forças democráticas populares para resolver. Depois do desastre do governo Britto, os gaúchos chamaram Olívio para retomar um projeto de desenvolvimento. Lá começamos com o Orçamento Participativo e Rossetto estava ao seu lado. Depois do governo da Yeda (Crusius), que foi outro desastre, o povo convocou Tarso Genro para ser o governador, e agora o povo gaúcho vai convocar Rossetto e Ana Affonso para recuperar a economia do nosso estado e garantir os direitos do nosso povo. E eu quero ser deputado para estar junto defendendo o desenvolvimento do nosso Estado”. Pepe também defendeu a unidade do campo democrático popular e disse que a segunda razão para querer estar na Assembleia Legislativa é fortalecer o Partido dos Trabalhadores. “Acredito que nunca o partido nunca tenha sido tão necessário para garantir os direitos dos trabalhadores”, concluiu, convocando a militância para ir às ruas fazer o confronto de projetos e defender a retomada do crescimento.

 

Relacionados