Pesquisar
Close this search box.

Deputado participa da abertura da 2ª Feira Brasileira de Grafeno de Caxias do Sul

Pepe Vargas

Pepe Vargas

A feira acontece na Vila Poliesportiva da Universidade de Caxias (UCS), responsável pela organização. Esta edição é marcada pelo dobro de expositores da feira passada. São 28 empresas que mostram as várias formas de aplicações feitas com o material, nos mais diversos componentes, comprovando o sucesso de um material considerado o mais leve e forte do mundo. A feira apresenta lançamentos exclusivos e novidades.

O deputado Pepe Vargas acompanhou a ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos, na abertura do evento.

Para o deputado, a 2ª Feira Brasileira do Grafeno consolida a UCSGRAPHENE como ecossistema de inovação para a produção e aplicação do Grafeno em escala industrial. “A iniciativa da UCS está em sintonia com a estratégia de neoindustrialização lançada pelo governo Lula e ocorre num momento de recomposição do orçamento para o apoio à Ciência e Tecnologia, conforme destacou a ministra Luciana Santos. ”

A UCS Graphene é a primeira e maior planta de produção de grafeno em escala industrial da América Latina.

São empresas e instituições de diversas regiões do Brasil e também multinacionais, de brinquedos a peças técnicas para a indústria de Defesa Nacional, de tintas a espumas para colchões, de motores a calçados, entre tantas outras aplicações.

Para se ter ideia das propriedades do grafeno, o material é 200 vezes mais resistente que o aço. Além da resistência e leveza, o grafeno também é impermeável, permitindo, por exemplo, alta proteção para itens de segurança como coletes e capacetes. O material é adquirido a partir do carbono.

Simultaneamente ao evento acontece o 1º Simpósio de Materiais Avançados e a 2ª Mostra de Ciência, Tecnologia e Inovação, que vão expor cases de aplicações do grafeno.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp

Notícias Relacionadas