Pesquisar
Close this search box.

Governo Federal vai garantir medidas de auxílio aos agricultores familiares das áreas atingidas pela enchente

Pepe Vargas

Pepe Vargas

Uma reunião nesta quinta-feira (14) entre a comitiva da Frente Parlamentar da Agropecuária Gaúcha da Assembleia Legislativa e o vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, tratou da situação dos agricultores familiares atingidos pelas enchentes no estado.

Segundo o deputado Pepe Vargas, que acompanha a agenda da Frente, o vice-presidente afirmou que o governo fará uma medida provisória que deverá compor questões relativas à agricultura familiar, além das parcelas de crédito rural já contraídos.

As propostas entregues ao Governo Federal apontam a preocupação com a retomada da atividade econômica nas propriedades familiares, além da renda e sustento das famílias dos agricultores

O deputado destacou que, ” em função das perdas os agricultores precisam de prazos alongados e suspensão de pagamentos, para reconstruir o processo produtivo, a preocupação agora é com a retomada das atividades econômicas nas propriedades familiares, além da renda e sustento das famílias dos agricultores”.

Governo Federal na ajuda aos atingidos

Na última terça-feira (12), o presidente Lula anunciou a liberação de mais R$ 1,6 bilhão para auxiliar a população afetada pelas fortes chuvas no Rio Grande Sul.

Uma linha de crédito no valor de R$ 1 bilhão será aberta, via Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para ajudar a recuperar a economia das cidades afetadas pelo desastre. E outros R$ 600 milhões de FGTS serão liberados para 354 mil trabalhadores da região que têm recursos no fundo de garantia.

Os recursos aprovados se somam aos R$ 741 milhões anunciados no domingo (10) pelo vice-presidente, Geraldo Alckmin, em visita ao Rio Grande Sul.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp

Notícias Relacionadas