Pesquisar
Close this search box.

Plano Plurianual é aprovado sem diagnóstico real dos problemas do estado

Picture of Pepe Vargas

Pepe Vargas

A Comissão de Finanças, Planejamento, Fiscalização e Controle aprovou na manhã desta quinta-feira (14) o parecer favorável do relator, deputado Frederico Antunes (PP), ao PL 346/2023, do Poder Executivo, que dispõe sobre o Plano Plurianual para o período.

O projeto estabelece as diretrizes do governo para os próximos anos.

A bancada do PT apresentou 38 emendas, todas rejeitadas, e considerou o plano é vazio já que não descreve os desafios a serem enfrentados pelo governo do estado e não dialoga com o governo federal e municípios.

O deputado Pepe Vargas é autor de quatro das emendas rejeitadas pelo relator e líder do Governo Leite.

Para o deputado, a posição do relator em rejeitar as emendas mostra o desinteresse do Governo em avaliar e buscar soluções nas questões mais importantes do estado, como o incentivo ao desenvolvimento do RS e a solução para a crise social e econômica, “Um plano sem nenhum diagnóstico dos problemas reais do estado, genérico e que poderia valer para qualquer ente federado do Brasil. ”

A matéria segue agora para apreciação e votação em plenário.

As emendas apresentadas por Pepe são nas áreas da saúde, segurança alimentar e Direitos Humanos, conheça:

Saúde

  • QUALIFICAÇÃO DO CUIDADO INTEGRAL À PESSOA IDOSA NO ESTADO, ENVELHECIMENTO ATIVO E SAUDÁVEL.
  • VIGILÂNCIA EM SAÚDE, MELHORIA NA PROMOÇÃO E PREVENÇÃO EM SAÚDE.

Segurança Alimentar

  • FOMENTO A EQUIPAMENTOS DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL (ESAN), RS SEM FOME.

Direitos Humanos

  • ARTICULAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS EM ATENÇÃO Á PESSOA COM DEFICIÊNCIA (PCD) E PESSOA COM ALTAS HABILIDADES E SUPERDOTAÇÃO (PCAH/SD), GARANTIA DE JUSTIÇA, CIDADANIA E DIREITOS HUMANOS E OPORTUNIDADES PARA TODOS.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp

Notícias Relacionadas