Pesquisar
Close this search box.

Governo Lula anuncia linha de crédito de R$707 Milhões para o setor Leiteiro

Pepe Vargas

Pepe Vargas

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Carlos Fávaro, anunciou em audiência pública na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira (06), uma linha crédito de R$ 707 milhões para setor leiteiro. Ele também destacou um feito histórico: o lançamento do maior Plano Safra já implementado no Brasil.

O ministro informou que o governo federal está empenhado na liberação dos recursos para o setor leiteiro por meio do Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro). Segundo Fávaro, a difícil situação enfrentada pelo setor reflete diretamente no preço do produto.

No próximo dia 21 de dezembro, o Conselho Monetário Nacional (CMN) avaliará a proposta do Governo Lula de liberar R$ 507 milhões de linha de crédito através do Proagro, administrado pelo Banco Central do Brasil. Fávaro explicou que os R$ 200 milhões serão incluídos por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), destinados principalmente às cooperativas.

O ministro destacou que o crédito será concedido às cooperativas com um prazo de pagamento de até 6 anos, juros de 8% ao ano e uma carência de 2 anos. “Trata-se de uma proposta vantajosa para o setor leiteiro, que atravessa um período desafiador. Com essa linha de crédito, espera-se que o setor possa enfrentar de maneira mais eficaz as dificuldades atuais”.

Plano Safra

Durante a exposição, Fávaro enfatizou não apenas o recorde em termos de recursos destinados ao setor agropecuário, mas também a notável rapidez na implementação do Plano Safra. Comparando com o mesmo período do ano anterior, o ministro revelou um aumento significativo de 18%, demonstrando um comprometimento eficaz com o desenvolvimento do setor.

“Estamos atingindo resultados expressivos”, declarou o ministro, sinalizando um impulso positivo para o cenário agrícola brasileiro. O destaque vai além dos números, evidenciando a importância estratégica do Plano Safra para impulsionar a produtividade e fortalecer a agricultura nacional.

Linha Dolarizada

Criada em abril, a Linha Dolorizada tem como foco o financiamento de maquinário agrícola como forma de complementar o Plano Safra. De acordo com o ministro, já foram emprestados mais de R$ 3 bilhões e 1947 contratos. “Nós criamos um novo Moderfrota, já que emprestamos R$ 3 bilhões e 70 milhões em uma linha dolarizada que não tem aporte do Tesouro Nacional, mas taxa de juros bastante competitiva”.

Novos mercados

Fávaro informou que, até o momento, o Governo Lula conseguiu abrir 72 novos mercados para a agropecuária brasileira. E citou como exemplos emblemáticos o início da venda de carne bovina e suína para o México, de algodão para o Egito e de carne de frango para Israel.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp

Notícias Relacionadas